TDAH em adultos: estes são sinais típicos

O que é TDAH?

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) é classificado como um transtorno mental pelo Departamento Federal de Saúde. Cerca de 2-6% de todas as crianças e adolescentes têm TDAH. são característicos do TDAH hiperatividade (necessidade excessiva de se mover), desatenção (capacidade de concentração prejudicada) e impulsividade (ação imprudente).

Para diagnosticar corretamente o TDAH, as anormalidades devem aparecer por um longo período de tempo e em diferentes áreas da vida da criança. O diagnóstico e o tratamento são realizados após um exame diferenciado por um médico ou psicoterapeuta.

Adultos também podem ter TDAH

O TDAH não afeta apenas as crianças, os adultos também podem ter a síndrome. O TDAH foi diagnosticado na infância ou mais tarde. Alerta reduzido pode ser visto em todos os adultos com TDAH. A hiperatividade e a impulsividade, muito pronunciadas em crianças e adolescentes, diminuem na idade adulta. Em vez disso, adultos com TDAH são inquietos e mais erráticos do que outros.

O TDAH pode complicar a vida profissional e pessoal das pessoas. As pessoas envolvidas têm dificuldade em aderir às estruturas. Por exemplo, eles esquecem compromissos, perdem prazos ou têm problemas para se concentrar no trabalho.

Sintomas de TDAH em adultos

Em adultos, o TDAH se manifesta pelos seguintes sintomas:

  • Queda de desempenho: Falta de atenção, trabalho inconsistente ou tarefas esquecidas são comportamentos típicos de adultos com TDAH.
  • Labilidade emocional: Adultos com TDAH sofrem de graves mudanças de humor, são propensos a humor deprimido e tomam decisões erráticas.
  • Comportamento impulsivo: As pessoas com TDAH geralmente agem de forma espontânea, falam muito e interrompem os outros na conversa.
  • Intolerância ao estresse: Os afetados não toleram bem o estresse e são incapazes de lidar com a pressão. A baixa tolerância ao estresse resulta, entre outras coisas, em dificuldade em adormecer ou uma necessidade exagerada de descanso quando sobrecarregado.
  • Comportamento social perturbado: Adultos com TDAH têm dificuldade em seguir regras (por exemplo, dirigir), cruzar fronteiras com outras pessoas e são socialmente isolados.
  • Problemas de organização da vida diária: Pessoas com TDAH geralmente têm problemas para manter suas vidas em ordem. Eles perdem ou esquecem as coisas, chegam atrasados ​​a compromissos ou lutam com o trabalho doméstico.
  • Baixa autoestima
  • comportamento de evitação
  • problemas de dependência

As diferenças de gênero são reconhecíveis, mas não há evidências científicas para provar isso com certeza.

Mulheres com TDAH são mais propensas a ter as seguintes características:

  • devaneio
  • Pensamento e ação caóticos
  • Problemas de estruturação e ação planejada
  • incertezas
  • tensão
  • mudanças de humor

Os homens têm os seguintes problemas:

  • Forte inquietação interior e nervosismo
  • impaciência
  • Problemas com trabalho em equipe
  • Distração rápida

Causas do TDAH

Em pacientes com TDAH, regiões do cérebro cruciais para o controle comportamental e atenção são particularmente afetadas. No TDAH, as substâncias mensageiras (neurotransmissores) no cérebro estão desequilibradas. A principal causa do TDAH é a genética. Além disso, as influências ambientais, como partos prematuros, complicações no parto ou uso de drogas e nicotina durante a gravidez, desempenham um papel importante.

Opções de tratamento para TDAH em adultos

Existem várias terapias não medicamentosas e medicamentosas usadas para tratar o TDAH em adultos. Qual método de terapia faz mais sentido depende do indivíduo e dos sintomas. As pessoas afetadas devem, portanto, consultar seu médico. Em caso de sofrimento intenso, a medicação pode aliviar os sintomas. Os medicamentos são frequentemente usados ​​em combinação com outras opções de tratamento, como a psicoterapia. Usando a terapia comportamental, adultos com TDAH aprendem a modificar cuidadosamente seus padrões de pensamento e comportamento.

Fontes: bundesgesundheitsminister.de, adhs.info, adhs-ratgeber.com

Vídeo: TDAH – um novo tratamento dá esperança

Leave a Reply

Your email address will not be published.